Os que também amam poesia...

quinta-feira, 7 de junho de 2012

Nascente e Foz



Sou um rio
minha alma de nascente
sua montanha
sua delicadeza
sua calma
sua partida...

suas curvas
seus anseios
seus caminhos
seu destino de mar...

minha alma de foz
sua vontade de chegar
inquieta
tempestuosa
redemoinho de sensações e vontades
mistura de oceano

instrumentos que gritam o som ensurdecedor do silêncio...

sou nascente e foz...

10 comentários:

  1. Olá, querida
    Quando o silêncio é quebrado pelos ruídos internos é bárbaro... É a pior das quebras no meu ponto de vista...
    Bjm de paz

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem?
      Lindo comentário...
      um grande abraço!

      Excluir
  2. Que encanto maravilhoso escrevestes poetisa, linda inspiração. Parabéns, bjos.

    ResponderExcluir
  3. OI! Adorei seu blog...tudo muito dourado, amarelo...sinal de poder.
    Venha conhecer meu canto.
    http://www.umcantonocoracao.blogspot.com.br/
    Bjo no coração.

    ResponderExcluir
  4. Todos nós somos nascente e foz...lindo o teu poema, cheio de sentido.
    Beijocas
    Graça

    ResponderExcluir
  5. Bel testo! stupendo tramonto! un caloroso saluto...ciao

    ResponderExcluir
  6. Olá boa noite!Adorei seu blog beijos.

    ResponderExcluir
  7. olá...
    é com muito prazer que lhe convidamos pra participar do Sarau Para Ty.
    acontecerá na próxima sexta-feira 21/07/2012 as 20:00hs
    venha ouça, participe e se envolva...
    local: ELIPSE CULTURAL (AO LADO DO CÓLÉGIO PLANTE)
    mais informações:


    www.sarauparaty.blogspot.com

    sarau_paraty@hotmail.com

    Abraço. Priscila e André Limax

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Muito obrigada por comentar.