Os que também amam poesia...

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

AMOR



MORRER DE AMOR



OU VIVER SEM ELE...

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

PALAVRAS

São tantas as palavras...

com seus sentimentos...

seus pesos...

suas medidas...

suas perguntas...

suas respostas...

suas cores...

suas roupas...

suas estações...

suas vidas...

seus amores...

suas saudades...

suas traduções literais...
suas interpretações...

São tantas as palavras que não cabem em mim...

por isso escrevo...

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

NOITE


Não basta ser noite...



há de se ter estrelas...

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Como Se Diz "Eu Te Amo"

Rio desesperadamente oceano
vida da vida
saudade de mim...

linguagem dos olhos
mãos juntas
alma nua
âncora do meu coração...

entrego...
pertenço...
acredito...
não me perco...

lugar para voltar...

minha noite iluminada
meu refrigério no calor
aquecer do meu frio
esperança ao entardecer...

sorrisos que amanhecem
diálogo de sentimento e razão
braços que se reconhecem

sintonia...

horizonte e vértice...

extraordinariamente simples...

inexplicavelmente fascinante...

intensidade...
serenidade...
eternidade...

primavera no meu inverno...


quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

INEXORÁVEL

Porta fechada
cômodos vazios
pensamentos vagantes no espaço entre um lugar e uma mesa...

vivo de palavras
respiro o verbo das orações...


corro no quarto
viajo nas linhas do que escrevo
visto-me da roupa ainda molhada...

a chuva que se anuncia mas não chega
reconheço-a nos trovões
e nos relâmpagos que ligam céu e terra...

levanto
bebo minha água
preciso desta vida transparente
que abastece minhas lágrimas
no armazém da minha alma...

volto para mim
me pergunto...
me questiono...
me brigo...
me entendo...
me perdoo...

apago a luz
fresta de escuridão
olhos abertos que não podem ver...

e o sussurar de mim cansado de ouvir tanto silêncio...

inexorável tempo...